Home FilmesCinema Tomb Raider: Alicia Vikander e a sua Lara Croft renovada

Tomb Raider: Alicia Vikander e a sua Lara Croft renovada

by The Golden Take

Lara Croft, ou como já a conhecemos, Tomb Raider, está de volta aos grandes ecrãs pelas mãos do realizador Roar Uthaug e com Alicia Vikander no papel principal.

Certamente nunca nos vamos esquecer da aventureira e destemida Lara Croft que Angelina Jolie interpretou nos filmes de 2001 e 2003 que, apesar de não serem masterpieces do cinema, são poucas pessoas que nunca ouviram falar dos Croft ou que nunca viram os filmes.

15 anos depois do último filme, chega agora aos cinemas um reboot de Tomb Raider, inspirado no jogo de 2013, mas desta vez quem dá vida a Lady Croft é a vencedora de um Óscar, Alicia Vikander. Com esta escolha já é possível perceber que a ideia era renovar a personagem e adequá-la mais aos tempos modernos, fugindo um pouco ao que já existia.

A história do filme começa com o pai de Lara, Richard Croft (Dominic West), que está desaparecido há sete anos, após ter partido em viagem para investigar a localização do túmulo de Himiko, uma deusa chinesa conhecida como a Rainha da Morte, numa ilha mística.

Com este desaparecimento, Richard é dado como morto e todo o seu império é passado para a filha, que rejeita viver com o dinheiro do pai e, como tal, anda em ringues de boxe a lutar sem pagar mensalidades e a pedalar pela cidade como estafeta de um restaurante.

Quando lhe é dada a oportunidade de assinar os papéis que passam tudo para o nome dela, recebe um “puzzle” que pertencia ao pai e, claro, que ninguém é capaz de resolver enigmas milenares como ela que aprendeu com o seu progenitor.

A partir disto, Lara descobre tudo o que o pai fazia às escondidas e toda a sua investigação, decidindo embarcar numa aventura para o encontrar e, quem sabe, encontrar também o túmulo de Himiko para impedir que uma maldição abata sobre o mundo se o corpo da deusa cair nas mãos erradas.

Resumindo e concluindo, é isto. Tudo o que vem a seguir começa a tornar-se previsível e são demasiados os momentos em que os clichés invadem o ecrã. Há cenas de acção que até conseguem puxar o interesse mas há outras que não foram assim tão bem conseguidas e que não chamaram tanto à atenção. Apesar disso, quem teve a oportunidade de jogar, certamente que passa o filme a tentar comparar as cenas do grande ecrã com as inspirações do videojogo, sentindo umas sensações de dejá vu e, quem sabe, nostalgia.

Mas nem tudo é mau, atenção. Alicia Vikander, com toda a sua preparação física para este filme e com a difícil tarefa de “competir” com uma Tomb Raider que ficou na memória de todos, conseguiu safar-se bem. Ela traz-nos uma Lara mais sensível, mais “menina do papá” e mais humana que por si só já são características diferenciadoras (não quer dizer que a outra Lara não as tivesse, simplesmente estão muito mais destacadas aqui). E é certo que está quanto baste adequada aos tempos modernos, como talvez era a ideia de romper com o legado que já existia e com o que já tinha sido feito.

Não é de todo um dos meus papéis favoritos dela como atriz (opinião pessoal) mas não se pode dizer que a sueca estivesse mal no papel até porque não é fácil lidar com o simbolismo da personagem e trazer-nos uma Lara Croft mais renovada e, digamos, a puxar muito menos para a “sensualidade”, que era o que saltava logo à vista na original. Aliás, este filme é o que é graças à preparação e interpretação de Vikander e isso é inegável.

Nem mesmo Dominic West ou o suposto vilão, Mathias Vogel, interpretado por Walton Goggins (The Hateful Eight) estiveram propriamente bem neste filme. Daniel Wu (Warcraft) também foi por este caminho com o seu Lu Ren que não fez a diferença no filme.

Mas este é daqueles casos que o filme poderá não agradar a todos: há quem goste, há quem se contente com o que acabou de ver e há, claro, os que não tenham achado nada de especial ou não gostado de todo. É um filme de entretenimento puro, com mais ou menos acção, as pessoas vão ao cinema matar a curiosidade e confirmar o hype.

You may also like

Leave a Comment

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00