Home FilmesCinema The Foreigner: Como o terrorismo mudou a vida de um homem

The Foreigner: Como o terrorismo mudou a vida de um homem

by The Golden Take
the foreigner movie imagem de destaque the golden take

The Foreigner (O Estrangeiro), baseado no livro de 1992, The Chinaman, retrata a história de Quan, um homem humilde que perde a sua filha Fan num ataque terrorista.

Image from the movie "The Foreigner"

© 2017 STX Entertainment − All right reserved.

A explosão deixa Quan a sentir que falhou com a filha, o que faz com que o seu passado envolto de mortes dos seus entes queridos venha ao de cima resultando numa vendeta para descobrir os autores do ataque, que mais tarde se acabou por revelar que foi feito por um grupo terrorista chamado IRA (Exército Republicano Irlandês).

Nesta onda de vingança, ele tenta falar (incessantemente) com Liam Hennessy (Pierce Brosnan), que outrora pertenceu ao IRA mas que agora ocupa um alto cargo no governo irlandês enquanto negoceia secretamente com as autoridades britânicas. Ao ver que Liam não está disposto a ajudá-lo via telefone, viaja para Belfast para tentar mais uma vez e para mostrar a Liam que o estava a subestimar, criando uma bomba caseira e explodindo com a casa de banho do político para passar a mensagem de que não ia desistir enquanto não descobrisse os culpados.

the foreigner jackie chan and pierce brosnan

A partir desse momento, o filme é pretty much this: Quan explode algo, foge, mostra as suas skills de luta derrotando todos os homens de Liam, e repete isto tudo novamente. Mas nunca se esquece de deixar um papelinho a dizer “nomes” – esta palavra deve ter sido a fala mais recorrente de Jackie Chan ao longo do filme. Descobre-se mais tarde que o “chinaman”, como Liam lhe chama, tinha um passado militar e que foi considerado um dos soldados mais mortíferos. Bad news for him porque Quan não o vai deixar em paz até ter o que quer, com ameaça atrás de ameaça até Liam não se sentir mais seguro na própria casa.

Claro que isto não podia durar para sempre e Liam finalmente cede e dá-lhe o que ele quer, os responsáveis pelo ataque para conseguir finalmente vingar a morte da filha. Apesar de ao longo do filme conseguirmos perceber o que vai acontecer a seguir, ficamos agarrados e rimos até ao ultimo minuto. Não é aquela gargalhada intensa, mas dá para o gasto. Para além disso, conseguimos sentir o drama e a dor de um pai que perdeu a filha porque estavam no sítio errado à hora errada, e isso é algo que é de realçar na performance de Jackie Chan (acho que nunca vimos tanta emoção numa personagem dele). Quanto ao sotaque do Pierce Brosnan… É melhor não comentar porque senão vai dar asneira.

jackie chan and pierce brosnan the foreigner movie

Provavelmente, são poucos, se não mesmo raros, os filmes em que não vemos Jackie Chan a mostrar as suas skills de artes marciais (ou pelo menos as dos seus personagens) e The Foreigner não é excepção. Apesar de todos sabermos que Chan dá voz ao Panda Kung Fu, ficamos nostálgicos quando pensamos em Karate Kid, que já tem sete anos (como assim?!) e no nosso subconsciente, sentimos saudades de ver o ator mais vezes nas salas de cinema.

Jackie Chan em entrevista ao Entertainment Weekly explica que a intenção do filme para além de abrir o coração das pessoas, era passar a mensagem que magoar terceiros é errado, tendo em conta que o terrorismo é algo muito presente nos dias que correm em todo o mundo e que milhares de inocentes são mortos com estes ataques.

Image from the movie "The Foreigner"

Overall, não é um filme espectacular porque, a meu ver, não tem nada que nos deixo profundamente surpreendidos ou maravilhados, mas sem dúvida que nos distrai durante quase 2 horas. The Foreigner estreou no dia 12 de outubro em Portugal.

You may also like

Leave a Comment

-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00