close

Novidades

EventosMotelXNovidades

MOTELX 2019 – Conhece o programa completo da 13ª edição

Cartaz MotelX

O Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa (MOTELX) faz 13 anos. Haverá melhor maneira de celebrar do que uma Sexta-Feira 13?

Entre 10 e 15 de Setembro, o MOTELX terá mais de 60 sessões a apresentar ao público, com convidados como o realizador Ari Aster que mais recentemente nos trouxe “Hereditário” e “Midsommar”.

A sessão de abertura no dia 10 de Setembro traz a estreia nacional de “Ma”, thriller de Tate Taylor com Octavia Spencer no papel principal. Já “Come to Daddy”, de Ant Timpson, encerra o Festival de Terror a 15 de Setembro e conta como protagonismo de Elijah Wood.

Aproveitem para ler: MotelX: Fica a saber o que vai acontecer nesta 13ª edição do festival

Os Convidados

Ari Aster é o grande destaque da edição deste ano. O prodígio do terror americano, vem apresentar a antestreia portuguesa de “Midsommar”, um dos filmes mais aguardados do ano (13 Setembro, 21h), e o já clássico “Hereditário” (14 Setembro, 15h30). As sessões incluirão um Q&A com o realizador.

Aster dará ainda uma masterclass sobre folk horror com o escritor Howard David Ingham, seguida de uma sessão de autógrafos (15 Setembro, 17h30).

Retirado de motelx.org

À lista de convidados do MOTELX junta-se ainda o veterano Jack Taylor, actor-fetiche do cinema exploitation espanhol dos anos 60 e 70. O Feestival irá homanagear o actor com uma sessão especial na Sexta-Feira 13 (19h). Serão exibidos o documentário “Jack Taylor, Testigo del Fantástico” (Diego López, 2018) e “Necronomicon” (Jesús Franco, 1968). Este último, filme de culto também conhecido como “Succubus”, foi rodado em Lisboa e ficou marcado por duas estreias: a de Taylor como protagonista e a de Karl Lagerfeld como figurinista.

Prémios MOTELX

  • Prémio MOTELX – Melhor Curta de Terror Portuguesa/Méliès d’Argent, cujos 10 finalistas são: “Canção de Embalar”, “Dig Another Grave”, “Archosargus Probatocephalus”, “Do Outro Lado”, “Erva Daninha”, “Häuschen: A Herança”, “Don’t Feed These Animals”, “Exulansis”, “Reverso” e “Feliz Natal, Sr. Monstro”
  • Prémio MOTELX – Melhor Longa de Terror Europeia/Méliès d’Argent, com os seguintes filmes em competição: “Faz-me Companhia, “All the Gods in the Sky”, “Extra Ordinary”, “Finale”, “Get In”, “A Good Woman is Hard to Find”, “The Hole in the Ground” e “Why Don’t You Just Die!”.

Serviço de Quarto

A secção Serviço de Quarto mostra 26 longas internacionais. Entre as novidades está o brasileiro “Bacurau” de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, vencedor do Prémio do Júri em Cannes. O cinema asiático volta a destacar-se com filmes como “The Gangster, the Cop, the Devil” (Lee Won-Tae, Coreia do Sul), o japonês “It Comes” (Tetsuya Nakashima) ou o indiano “Tumbbad” (Rahi Anil Barve). Dos EUA chegam, entre outros, o western feminista “The Wind” (Emma Tammi) e “Nightmare Cinema”, antologia realizada por mestres como Mick Garris e Joe Dante com Mickey Rourke no papel de projeccionista diabólico. Da Europa, realce para “Lords of Chaos” (Jonas Åkerlund), baseado na história real dos “Mayhem”, banda de black metal norueguesa com apetite para a destruição.

Doc Terror

A secção Doc Terror regressa com documentários sobre dois lendários realizadores de filmes de terror série B, Jairo Pinilla (“Jairo’s Revenge”, Simon Hernandez) e Al Adamson (“Blood & Flesh”, David Gregory). Exibir-se-á também “Horror Noire: A History of Black Horror” (Xavier Burgin), análise profunda do papel dos afro-americanos no cinema de terror norte-americano.

Sessões Especiais

Nas sessões especiais, para lá das já anunciadas celebrações dos 40 anos de “Alien” e da primeira Sexta-Feira 13 em 13 anos de MOTELX com “Friday the 13th”, assinalam-se os 60 anos do terror sci-fi “tão-mau-que-é-bom” de “Plan 9 from Outer Space” (1959, Ed Wood) com projecção comentada ao vivo por Susana Romana e Tiago R. Santos (14 de Setembro, 21h). E por falar em Sexta-Feira 13, a festa “MOTELX After Dark” promete esconjurar qualquer superstição com o colectivo cosmo-burlesco belga Dance Divine (Casa de Desenho, Santos-Rio).

WARM-UP | 5 a 7 de Setembro

Como tem vindo a acontecer nas últimas edições, o MOTELX fará eventos Warm-Up com entrada livre entre 5 e 7 de Setembro.

  • 5 de Setembro: o Museu Nacional de Arte Antiga abre pela primeira vez as suas portas à meia-noite para receber o MOTELX e orientar uma visita inédita sobre o inferno na Arte (já esgotada);
  • 6 de Setembro: Filipe Raposo pega em 13 temas de terror para convocar ladainhas ancestrais do nosso imaginário cinematográfico num cine-concerto no Convento São Pedro de Alcântara;
  • 7 de Setembro: sessão ao ar livre de “Ed Wood” de Tim Burton no Largo Trindade Coelho, a dar o mote para a celebração dos 60 anos de “Plan 9”.

Se querem marcar presença neste festival de terror, podem comprar os bilhetes a partir de amanhã, 30 de Agosto. Os bilhetes para o MOTELX estarão disponíveis a partir das 11 da manhã nos sítios habituais e a partir de 3 de Setembro no Cinema São Jorge.

Para conhecerem mais sobre a edição deste ano, passem pelo site oficial do evento

Ler Mais
Novidades

Novidades da Marvel Studios no D23

null

A Marvel Studios teve uma presença forte no D23 deste ano, e facultou múltiplas notícias sobre projetos futuros – desde “Black Panther 2” até “Ms. Marvel”, “She-Hulk”, e “Moon Knight”.

A cada dois anos, a Marvel realiza uma convenção para revelar os seus próximos projetos. Ou seja, serve essencialmente como uma mini Comic Con dedicada apenas às propriedades da Disney.

Este ano, o evento foi particularmente importante para a empresa. Por um lado, foi a maior oportunidade para comercializar o seu novo serviço de streaming, o Disney+, que será lançado em novembro. Ao mesmo tempo, a Marvel Studios precisava também de redefinir a narrativa depois de uma semana tórrida na imprensa, devido ao colapso do negócio Homem-Aranha com a Sony.

Uma das maiores novidades incidiu em “Black Panther 2”, cuja data de lançamento está marcada para o dia 6 de maio de 2022, com Ryan Coogler a regressar na condição de realizador e argumentista. A sequela era inevitável; “Black Panther” foi um marco cultural e arrecadou mais 1.3 mil milhões de dólares nas bilheteiras.

Adicionalmente, foi anunciado um conjunto de séries televisivas que estarão disponíveis no Disney+, que se vão juntar à lista do que já tinha sido anunciado.

Desta feita, “Ms. Marvel”, “Moon Knight”, e “She-Hulk” vão integrar a Fase 4 da Marvel e, ao que parece, estas personagens estão destinadas a fazer a transição do pequeno ecrã para o cinema. “Ms. Marvel” será realizada por Bisha K. Ali, contudo, ainda não foi confirmado quem estará à frente das restantes séries.

Kit Harington, de “Game of Thrones”, foi escolhido para interpretar o Black Knight do MCU. Nos comics, Dane Whitman é o portador da mística Ebony Blade, uma espada que lhe garante habilidades sobrenaturais, e comporta também uma sede de sangue insaciável. Kevin Feige, da Marvel, confirmou que Black Knight vai surgir pela primeira vez em “The Eternals”.

Ao contrário de Harington, os protagonistas de “The Eternals” estiveram presentes no D23, e a Marvel aproveitou a oportunidade para revelar duas escolhas específicas do elenco. Gemma Chan vai interpretar Sersi, e Barry Keoghan será Druig. Sersi é geralmente considerada a personagem principal de Eternos. Druig, por sua vez, é tradicionalmente tratado como um “Eternal desonesto”.

A Marvel revelou uma imagem de algumas personagens da série. Contudo, é importante realçar o facto desta ser uma imagem conceptual, sendo que a aparência final dos personagens poderá ser diferente. Curiosamente, embora muitas notícias tenham dado conta da possibilidades de “The Eternals” ser fortemente influenciado pelos comics originais de Jack Kirby, estes designs parecem ter mais semelhanças com os trabalhos que Neil Gaiman e John Romita Jr. conceberam em 2006.

A Marvel divulgou também um primeiro olhar em torno do filme sobre “Black Widow”, com Scarlett Johansson a envergar um fato branco. O vídeo não foi lançado online, mas as cenas de destaque apresentaram o Red Guardian, que será retratado por David Harbour. O vilão surgiu com uma máscara, ou seja, a sua identidade permanece em mistério absoluto.

Wyatt Russell vai interpretar John Walker, também conhecido como US Agent, que vai aparecer em “The Falcon And The Winter Soldier”. Nos comics, Walker foi uma escolha do governo dos EUA para ser o próximo Capitão América, todavia, sofreu um colapso mental e Steve Rogers acabaria por voltar a ocupar o lugar.

Walker opôs-se indubitavelmente à possibilidade de Sam Wilson carregar o escudo, e assumir o lugar de Capitão América. Por conseguinte, o enredo da série poderá incidir na demanda de Wilson para conseguir ganhar e merecer o escudo aos olhos do governo e do povo.

A título de curiosidade, Emily VanCamp vai voltar a interpretar Sharon Carter em “The Falcon And The Winter Soldier”. Esta será a primeira aparição de Carter desde “Captain America: Civil War”.

Marvel’s What If…?” promete explorar versões alternativas do MCU. Uma das ideias mais expectantes incide numa linha de tempo alternativa em que Peggy Carter tem o “super-soldier serum” na sua posse. A Marvel divulgou uma imagem de Peggy com o fato de Capitão América.

Por fim, foi anunciado que Kate Herron (“Sex Education”) será a realizadora da série sobre Loki. Foi outra escolha surpreendente, visto que Herron nunca trabalhou neste registo. Ela é mais conhecida pelas suas comédias, o que até pode ser uma mais valia para o retrato de Loki.

O D23 é o fan club oficial da Disney e, tal como o próprio nome indica, refere-se a 1923, o ano em que empresa foi fundada.

Ler Mais
Novidades

“No Time To Die” é o título do novo filme de 007

no time to die

Foi anunciado que o título oficial do vigésimo quinto filme da saga 007 é “No Time To Die”. Os primeiros estágios de produção apresentaram uma série de desafios problemáticos mas, agora, parece estar tudo pronto para o espião mais conhecido da sétima arte regressar ao grande ecrã. 

Daniel Craig teve que ser tentado a voltar depois de afirmar que preferia “cortar os pulsos” a ter de interpretar James Bond novamente. Danny Boyle, o primeiro nome escolhido para realizar o filme, abandonou o projeto devido a conflitos e diferenças criativas.

Foi um mote de situações que atrasaram o processo de rodagem do novo filme da saga 007, porém, agora, parece que é de vez que o barco chega a bom porto. Entretanto, foi anunciado o título oficial da longa-metragem – “No Time To Die” – que parece apresentar algumas semelhanças com “On Her Majesty’s Secret Service”, de 1969.

 

Imagem: IMDB

Depois de Sean Connery, o ator original de Bond, ter optado por abandonar o papel, George Lazenby, um modelo australiano, foi escolhido como substituto. Talvez devido à sua falta de experiência no ramo da representação, Lazenby foi bastante criticado após o lançamento de “On Her Majesty’s Secret Service”, e alguns defendiam inclusive que o filme tinha provocado a morte da franquia por completo. 

Porém, nos últimos anos, a opinião pública mudou. O consenso geral sobre o desempenho medíocre de Lazenby não recebe tanto destaque, e o filme é amplamente elogiado pela sua história, desenvolvimento de personagens e cenas de ação. Por conseguinte, “No Time To Die” parece ter um elo de ligação com “On Her Majesty’s Secret Service”. 

No filme de 1969, Bond apaixona-se por Tracy, a filha de um criminoso internacional, e decide casar-se com ela. Contudo, numa reviravolta trágica, Tracy é assassinada pouco antes dos créditos finais. Naquele momento em que embala a esposa, Bond profere gentilmente: “there’s no hurry you see, we have all the time in the world”. 

Embora esta informação não pareça ser um elo de ligação entre o passado e o presente da franquia, a presença da personagem de Léa Seydoux em “No Time To Die” cria um linha paralela interessante. 

De um modo geral, os interesses amorosos de Bond não duram mais que um filme, ou mesmo uma noite. “On Her Majesty’s Secret Service” contraria esta tendência, onde James acaba por dar o nó. De forma semelhante, “Specter” apresentou Madeleine Swann, de Seydoux, que parte para o pôr do sol com 007 para fechar o filme. 

O regresso de Swann em “No Time To Die” confirma que a história de amor entre os dois vai continuar, marcando uma das raras ocasiões em que Bond tem um romance genuíno a longo prazo. Neste contexto, tal como sucedeu em relação a Tracy, “No Time To Die” pode assumir um tom mais negro, sugerindo que, mais uma vez, Bond vai perder a mulher que ama. 

Em contrapartida, o filme até parece oferecer uma representação mais completa das mulheres, sendo que foi contratada uma escritora (Fleabag Phoebe Waller-Bridge) pela primeira vez desde “From Russia With Ame”. Por essa razão, os papéis até podem ser revertidos nesta ocasião, com Bond a morrer nos braços de Madeleine Swann. 

Esta possibilidade parece ir ao encontro de existir um novo 007 no filme, que será retratado por Lashana Lynch. Não obstante, esta mudança confirma também a teoria de longa data de que “James Bond” é meramente um nome de código, ao invés de ser sempre um homem. 

Para além de Daniel Craig, que está de regresso para interpretar Bond pela última vez, “No Time To Die” conta ainda com a participação de Ralph Fiennes, Lea Seydoux, Naomie Harris, Moneypenny, Ben Whishaw, Rory Kinnear, Jeffrey Wright, Dali Benssalah, Billy Magnussen, Ana De Armas, David Dencik, Lashana Lynch e Rami Malek.

Com a realização de Cary Joji Fukunaga, o filme tem estreia marcada para o dia 9 de Abril de 2020 nas salas de cinema em Portugal. 

Ler Mais
Novidades

A sequela de Black Panther tem estreia marcada para maio de 2022!

black panther

Foi anunciado durante a D23 que a sequela de “Black Panther” tem data de estreia marcada para maio de 2022.

“Black Panther II” já era uma sequela esperada pelos fãs, especialmente depois dos acontecimentos de “Avengers: Endgame” e agora tivemos a confirmação por parte de Kevin Feige e Ryan Coogler de que não só vai ser feita, como já tem data de estreia: 6 de maio de 2022.

Black Panther estreou em 2018 e foi um fenómeno de bilheteiras, passando a marca de 1 bilião de dólares no Box Office Internacional nem um mês depois de estrear, para além de ser um marco importante a nível social e cultural. Funcionou também como um ponto de viragem dentro do próprio Universo Cinematográfico da Marvel.

© 2017 – Marvel Studios

O filme ganhou 3 Óscares: Melhor Direção Artística, Melhor Banda Sonora e Melhor Figurino e esteve nomeado também para Melhor Canção Original, Melhor Edição de Som, Melhor Montagem de Som e para o Óscar mais importante, o de Melhor Filme, sendo o primeiro filme de super-heróis a estar nomeado nesta última categoria.

Black Panther contou com Chadwick Boseman que regressa ao seu papel de T’Challa, Danai Gurira (Okoye), Lupita Nyong’o (Nakia), Daniel Kaluuya (W’kabi), Letitia Wright, (Shuri) Angela Bassett (Queen Ramonda) e Michael B. Jordan (Killmonger), em que este último correm rumores de que pode participar nesta sequela. Também Martin Freeman já tinha confirmado que iria fazer parte também deste segundo filme.

Ainda não temos título do filme nem mais informações mais sobre o mesmo, nem se sabe ainda se ainda fará parte da fase 4 da Marvel que foi recentemente anunciado com filmes bastante aguardados, embora esta sequela tenha ficado fora dos anúncios até agora. Já só nos resta esperar até 2022 e ver os restantes filmes e séries que a Disney tem para nos dar até lá.

Ler Mais
Novidades

Divulgadas primeiras imagens de “The Irishman”

IRISHMAN_UNIT_FIRSTLOOK_2

“The Irishman”, o novo filme de Martin Scorsese, vai estrear na edição do Festival de Cinema de Nova Iorque deste ano. Baseado em “I Heard You Paint Houses”, romance de Charles Brandt, o filme é protagonizado por Al Pacino, Joe Pesci e Robert De Niro. “The Irishman” será distribuído pela Netflix.

Martin Scorsese esteve à frente de algumas das maiores revoluções culturais do cinema. “Mean Streets” desafiou as convenções para inaugurar um novo movimento no cinema americano, enquanto que “The Last Temptation of Christ” ousou desafiar toda uma religião.

E agora, Scorsese efetua um feito surpreendente: unir não uma, não duas, mas quatro das maiores lendas vivas do cinema para um filme sobre mafiosos, cuja produção está avaliada em cento e vinte e cinco milhões de dólares. No projeto, o realizador junta Robert De Niro, Al Pacino, Joe Pesci e Harvey Keitel.

“The Irishman” promete ser uma adaptação cinematográfica de “I Heard You Paint Houses”, o livro que Charles Brandt publicou em 2003.

Esta é a primeira ocasião em que Al Pacino colabora com Scorsese, sendo este mais um projeto que o cineasta ambicionava conceber há vários anos. Por conseguinte, o enredo vai incidir na história de Frank Sheeran, que planeou o homícidio de Jimmy Hoffa e outros tantos mafiosos.

Jimmy Hoffa, o lendário chefe que desapareceu em julho de 1975 (e cujo corpo nunca foi encontrado), será interpretado por Pacino. Efetivamente, o desaparecimento misterioso de Hoffa é considerado um dos contos mais sedutores da história do crime.

Segundo consta, o filme abrange uma linha de tempo bastante vasta, com flashbacks que remontam aos anos cinquenta. Desta feita, um dos motivos pelos quais o filme demorou tanto tempo a ser feito, está relacionado com todas as técnicas que foram utilizadas para que estes veteranos da sétima arte pudessem surgir em versões mais jovens dos personagens.

De acordo com o IndieWire, a partir dos efeitos gerados por computador, os atores vão parecer trinta anos mais novos.

A juntar a De Niro, Pacino e Joe Pesci, o filme conta ainda com a participação de Anna Paquin, Bobby Cannavale, Jesse Plemens, Jim Norton, Ray Romano e Harvey Keitel.

“The Irishman” vai estrear no Festival de Cinema de Nova Iorque a 27 de Setembro deste ano. Entretanto, foram divulgadas as primeira imagens do filme, com o destaque a ser entregue aos personagens principais.

Na última década, Scorsese aumentou ainda mais o seu legado cinematográfico, visto que trabalhou numa variedade de projetos diferentes. Em 2011, presentou o público com “Hugo” que, embora tenha recebido inúmeros elogios da crítica, não teve um bom desempenho junto das bilheteiras.

Posteriormente, em 2013, lançou “The Wolf of Wall Street”, que se tornou um grande sucesso comercial. Mais recentemente, em 2016, deu a conhecer “Silence”, um filme meditativo que não conseguiu atingir o sucesso necessário para atingir o orçamento de produção.

No início deste ano, revelou a sua primeira parceria com a Netflix – “Rolling Thunder Revue: A Bob Dylan Story”, no qual deturpou factos específicos sobre a história de Bob Dylan.

Podem assistir ao trailer aqui em baixo e depois podem contar com a Netflix para ver o filme!

Ler Mais
Comic Con Internacional: San DiegoEventosNovidades

Fase 4 da Marvel é apresentada por Kevin Feige na Comic-Con San Diego!

marvel fase 4

O momento por que muitos esperávamos desde Spider-man: Far From Home que finalizou a Fase 3 deste universo cinematográfico. Já é conhecida a Fase 4 da Marvel, apresentada por Kevin Feige na Comic-Con San Diego

As especulações eram bastantes quanto aos filmes que poderiam ser feitos para esta próxima fase. Falou-se em NOVA, Dark Avengers mas maior parte dos filmes/séries anunciados vão-se focar principalmente em personagens que já conhecemos.

O primeiro a ser anunciado para 1 de Maio 2020 é um pelo qual já estávamos à espera há bastante tempo: Black Widow. Este já iniciou a produção e foi mostrada inclusive uma cena durante o painel. É realizado por Cate Shortland e vai contar com Scarlett Johansson no papel de Natasha Romanoff mais uma vez. Ao elenco juntou-se David Harbour, que vai ser o Red Guardian (Alexei), Florence Pugh como Yelena, O-T Fagbenle como Mason e Rachel Weisz como Melina.

O segundo filme anunciado desta fase chega-nos também em 2020, mais especificamente dia 6 de novembro, e é um filme para o qual já tínhamos recebido algumas confirmações do elenco. Chloé Zhao vai ser a realizadora e o elenco vai contar com Richard Madden como Ikaris, Kumail Nanjiani como Kingo, Lauren Ridloff como Makkari, Salma Hayek como Ajak, Brian Tyree Henry como Phastos, Don Lee como Gilgamesh, Lia McHugh como Sprite e finalmente Angelina Jolie como Thena.

Esta Fase 4 vai, à semelhança de outras fases, ser marcada também por séries, sendo que a primeira a sair vai ser ainda no outono de 2020 na plataforma de streaming Disney+, The Falcon and the Winter Soldier. Anthony Mackie volta como The Falcon e Sebastian Stan como Bucky. Daniel Brühl vai interpretar o vilão Baron Zemo.

Saiu recentemente a notícia de que Derek Kolstad, argumentista de John Wick, se juntou à equipa criativa desta série que vai passar-se no seguimento dos eventos do Endgame, o que significa que The Falcon vai ter o escudo de Capitão América.

Shang-Chi and the Legend of the Ten Rings é o próximo filme na lista com data prevista de estreia para 12 de Fevereiro de 2021. Simu Liu vai representar Shang-Chi e Destin Daniel Cretton vai ser o realizador.

Mais uma série, que também já contávamos, desta feita WandaVision que vai ter novamente Paul Bettany a interpretar Vision e Elizabeth Olsen volta como Wanda Maximoff/Scarlet Witch. Teyonah Parris vai interpretar a versão adulta de Monica Rambeau, que conhecemos em Captain Marvel. Está prevista estrear também na Disney+ na Primavera de 2021.

Loki também vai ter direito a uma série com Tom Hiddleston novamente no papel do vilão. A série também está prevista para a Primavera de 2021 no Disney+ e claro, vai abordar aquela questão que ficou no ar em Endgame: Para onde foi Loki depois de fugir por um portal com o Tesseract.

Doctor Strange vai ter direito a uma sequela prevista para 7 de Maio de 2021, que se vai intitular de Doctor Strange in the Multiverse of Madness, um título que pode dar azo a muitas teorias. Scott Derrickson vai voltar a ser o realizador e claro, Benedict Cumberbatch vai ser novamente o Mestre do Tempo. Elizabeth Olsen também vai aparecer nesta sequela, e este aparecimento vai estar relacionado com a sua série.

What If? é uma das grandes novidades. Vai ser uma série de animação criada exclusivamente para o Disney+ e vai contar-nos histórias de realidades alternativas. Está prevista para o Verão de 2021 e para além de Jeffrey Wright que vai dar voz a The Watcher, possivelmente vamos ter alguns atores da MCU a dar voz novamente aos seus personagens já conhecidos sendo que alguns deles são:

  • Michael B. Jordan como Killmonger
  • Sebastian Stan como Bucky Barnes
  • Josh Brolin como Thanos
  • Tom Hiddleston como Loki
  • Mark Ruffalo como Hulk
  • Samuel L. Jackson como Nick Fury
  • Chris Hemsworth como Thor
  • Hayley Atwell como Peggy Carter
  • Chadwick Boseman como Black Panther
  • Jeremy Renner como Hawkeye
  • Paul Rudd como Ant-Man
  • Neal McDonough como Dum Dum Duggan
  • Michael Douglas como Hank Pym
  • Dominic Cooper como Howard Stark
  • Natalie Portman como Jane Foster
  • David Dastmalchian como Kurt
  • Stanley Tucci como Dr. Abraham Erskine
  • Taika Waititi como Korg
  • Toby Jones como Arnim Zola
  • Djimon Hounson como Korath
  • Jeff Goldblum como Grandmaster
  • Michael Rooker como Yondu
  • Chris Sullivan como Taserface

Como também já havia conhecimento e como esta fase está a ser muito marcada por séries, temos a de Hawkeye (também no Disney+) com Jeremy Renner de novo no papel de Clint Barton. Ele vai ensinar a sua protegida, Kate Bishop a, quem sabe, tornar-se a próxima Hawkeye. Esta série chega no outono de 2021.

Taika Waititi foi recentemente anunciado como realizador de Thor 4, filme esse que ganha agora um titulo na Comic-Con: Thor: Love and Thunder! Neste filme, Tessa Thompson também volta como Valkyrie que vai estar à procura da sua Rainha para governar New Asgard ao lado dela, o que faz de Valkyrie a primeira super heroína LGBTQ no universo da MCU.

As novidades porém não param aqui no que toca a Thor. Jane Foster, interpretada por Natalie Portman, vai regressar e desta vez para ser ela a segurar o Mjolnir, ou por outras palavras, para se tornar o Thor versão feminina, a Deusa do Trovão! A sequela estreia a 5 de novembro de 2021.

Por fim, foi anunciado o reboot de Blade, com o ator Mahershala Ali no papel principal.

Ler Mais
Comic Con Internacional: San DiegoEventosNovidades

The Witcher ganha teaser entusiasmante e que aumenta a curiosidade

the witcher

The Witcher, uma das séries mais aguardadas da Netflix inspirada nas obras de Andrzej Sapkowski que por sua vez deram origem a videojogos, ganhou o teaser oficial na Comic-Con San Diego! A estreia está marcada para 2020.

Os fãs do videojogo do The Witcher estão ansiosos para ver Geralt of Rivia, protagonizado por Henry Cavill (Superman) e as suas missões. Desta vez, o caçador de monstros vai-se juntar a uma feiticeira e a uma princesa para navegar o volátil Continente.

Já tinham sido reveladas algumas imagens em que vemos Henry como Geralt mas também Anya Chalotra como Yennefer e Freya Allan como Ciri.

Neste teaser, com a premissa de que os piores monstros são aqueles que nós criamos, temos uma visão muito mais aprofundada de algumas personagens como Yennefer, Ciri e também o próprio Geralt assim como os perigos que eles vão enfrentar, nomeadamente alguns monstros que surgem ao longo do teaser, que já é o suficiente para ficarmos mais do que entusiasmados para esta série.

À primeira vista, todos os atores parecem estar muito por dentro das suas personagens e parece que nos vão dar muitas aventuras ao longo da série.

A série vai ser inspirada nas obras de Andrzef Sapkowski estreia está prevista para 2020 mas já sentimos que não conseguimos esperar muito mais tempo!

Ler Mais
Comic Con Internacional: San DiegoEventosNovidades

IT: Chapter Two ganha trailer final intenso na Comic Con San Diego

losers club it chapter two

O Losers Club está de volta a Derry, no Maine, 27 anos depois dos acontecimentos do primeiro filme “IT”. A sequela “IT: Chapter Two” ganhou o tão aguardado trailer e o filme estreia já dia 5 de setembro!

Pennywise teve saudades deles e esperou por eles durante 27 anos. Os amigos que compõem o Losers Club estão de volta à sua cidade natal, praticamente três décadas depois dos acontecimentos do primeiro IT e o palhaço sabe que eles estão lá!

Neste trailer, temos então o foco nas personagens principais, sempre com aquela transição passado-presente, para associarmos cada miúdo agora à versão adulta mas também para nos relembrar da história.

Há gritos, sustos e batalhas psicológicas travadas com Pennywise que nos oferece momentos intensos – especialmente aquele na sala de espelhos com Billy, um miúdo e o palhaço.

No elenco temos Jessica Chastain, James McAvoy, Isaiah Mustafa, Bill Hader, James Ransone, Jay Ryan, Andy Bean e claro, Bill Skarsgård, assim como os atores mais novos entre eles Sophia Lillis e Finn Wolfhard, e a realização está a cargo de Andy Muschietti.

E atenção, segundo o que Jessica Chastain e o realizador Andy disseram no painel na ScareDiego, esta sequela pode ter batido um recorde no que toca à maior quantidade de sangue no ecrã utilizada num só filme. Parece que vêm aí cenas ainda mais assustadoras do que no primeiro filme!

O filme tinha ganho o poster oficial no dia anterior à revelação do trailer e é inspirado mais uma vez na obra literária de Stephen King com o mesmo nome.

Podem ainda espreitar a nossa crítica ao filme de 2017 aqui: IT: Um filme de comédia e terror?

Vejam o trailer aqui!

 

Ler Mais
Comic Con Internacional: San DiegoEventosNovidades

Top Gun: Maverick – Trailer revelado por Tom Cruise na Comic-Con San Diego

top gun maverick tom cruise

Foi na Comic Con San Diego, que começou esta quinta-feira (18 julho), que Tom Cruise apareceu de surpresa para revelar o trailer oficial do seu próximo filme “Top Gun: Maverick” que tem data de estreia para 2020! 

Em 1986 estreou o clássico Top Gun pelas mãos de Tony Scott, que tinha como protagonista Tom Cruise no papel do piloto Maverick. Agora 33 anos depois, Tom Cruise regressa para o mesmo papel, assim como Val Kilmer regressa para interpretar Iceman. Deste elenco fazem também parte Jennifer Connelly, Jon Hamm, Miles Teller, Ed Harris, entre outros nomes.

O trailer deste novo Top Gun: Ases Indomáveis foi revelado depois de Tom Cruise aparecer no final do painel de Terminator: Dark Fate de surpresa para então ser ele próprio a mostrar esta grande novidade.

Este filme vai-nos trazer um pouco mais de Cruise e os seus Ray-Ban e casaco de cabedal, visto que Maverick é agora instrutor de voo e é tutor de Bradley Bradshaw (Miles Teller), filho do seu falecido parceiro de voo, Nick “Goose” Bradshaw. E claro, mais aventuras no ar com inúmeros cenas de voo – esperemos nós.

poster top gun maverick

Esta sequela de Top Gun vai ficar a cargo de Joseph Kosinski, que realizou anteriormente “Oblivion” (também com Cruise) e “Tron” e vai ter argumento de Peter Craig, Christopher McQuarrie, Eric Warren Singer e Justin Marks.

O filme vai ter um grande foco na ascensão dos drones e nas novas tecnologias em detrimento das aeronaves pilotos mas sem nunca esquecer o factor humano que neste caso são os pilotos, a próxima geração instruída então por Maverick.

A estreia em Portugal está prevista para o dia 16 de julho de 2020 e este trailer era tudo o que os fãs podiam esperar para esta sequela, especialmente os mais fãs de tudo o que seja aviões, jactos de combate e aeronaves.

Vejam aqui o trailer!

Ler Mais
Novidades

O Rei Leão: As vozes portuguesas do mais recente remake da Disney

null

O Rei Leão (The Lion King) é um dos remakes da Disney mais esperados do ano e estreia já em Portugal dia 18 de julho. Já sabemos quem vai dar voz às personagens na versão original mas em Portugal a curiosidade era muita em relação às vozes portuguesas!

Depois de termos Beyoncé, Donald Glover, Billy Eichner, Seth Rogen, entre outros no elenco de vozes na versão original deste filme da Disney que encantou muitos, restava saber quem seriam os portugueses a dar voz às personagens. Seriam os mesmos que nos encantaram em 1994 ou há novas vozes por revelar?

De entre as personagens principais, temos Simba, que na versão adulta quem dá voz é Manuel Moreira, quando em 1994 tinha sido Carlos Freixo, e em criança é Isaac Carvalho.

Ao lado de Simba como melhor amiga e futura melhor, é Soraia Tavares quem empresta voz a Nala na versão adulta, personagem que no original tinha sido Cláudia Cadima. Na versão mais jovem da leoa, temos a voz da jovem atriz Filipa Ferreira.

Fotografia: NOS

Mário Redondo ficou encarregue de dar voz Scar, irmão de Mufasa e tio de Simba que outrora foi Rogério Samora quem emprestou a voz a este leão que acaba por se aliar às hienas para conseguir alcançar o seu objetivo de ser rei.

Se formos até ao Spotify, à playlist deste novo remake, ou até mesmo ao Youtube, conseguimos perceber que a cantar Hakuna Matata temos Sérgio Calvinho como Timon (em 94 tinha sido André Maia) e José Raposo como Pumba, que volta à mesma personagem 25 anos depois!

Em 1994, contámos com Fernando Luís que deu voz a Rafiki e a Zazu enquanto que nas playlist mencionadas acima, pelo menos para cantar, temos Carlos Macedo a cantar “Eu Mal Posso Esperar para ser Rei”, música cantada por Simba, Nala e Zazu.

E finalmente, para cantar uma das músicas mais icónicas de sempre e que abre o filme, “Circle of Life“, temos Débora Gonçalves.

Fotografia: NOS

Podem passar pela nossa crítica aqui para verem o que achámos deste novo remake que chega a Portugal esta semana!

Ler Mais
1 2 3 4 11
Page 2 of 11