close
Séries

As 10+3 melhores séries de 2017

Este foi um ano recheado de boas séries que estrearam e de boas temporadas. Esta lista contém as 10 melhores séries de 2017 com um bónus de mais três, porque é quase impossível escolher apenas dez quando todos os anos há coisas novas e boas a estrear. Foram vocês que elegeram mas também meti as minhas recomendações:

1- Stranger Things, temporada 2

Todos sabemos o sucesso da primeira temporada de Stranger Things e o quanto vibrámos com o grupo de amigos composto por Mike, Lucas, Dustin, Will, e Eleven mais tarde. Quando anunciaram que a segunda temporada ia sair perto do Halloween, parecia que estava a estrear mais uma temporada de Game of Thrones.

Tenho de ser sincera, eu preferi muito mais a segunda temporada porque para além da história já estar mais consolidada, o grupo de atores está brilhante. O Noah Schnapp está de assombro, a Millie Bobbie Brown deu-nos uma Eleven mais revoltada e temos novas personagens às quais nos vamos apegar muito e personagens antigas que ainda vamos adorar mais.

Um binge-watch fantástico!

2- Dark, temporada 1

Considerada uma das melhores séries do ano por mim e por vocês! A premissa é o desaparecimento de duas crianças que faz com que o passado dos habitantes da cidade venha ao de cima assim como coisas estranhas que ninguém entende ao certo. Há também espaço para viagens no tempo porque como a própria série indica, não importa quem raptou as crianças mas sim quando.

A série alemã de drama e suspense é a primeira desta nacionalidade no serviço de streaming da Netflix e teve uma enorme adesão por parte do público por se assemelhar a Stranger Things”. Não se percebe logo o que está a ser abordado mas à medida que se vai acompanhando os episódios, fica-se colado ao ecrã.

(https://cinemaplanet.pt/10-melhores-series-de-2017)

3- The Handmaid’s Tale, temporada 1

Como descrevi na minha crítica a esta série, chocante mas genial. Em The Handmaid’s Tale vive-se o regime de Gilead, no qual as mulheres não tem direito a ter qualquer tipo de propriedade mas que são propriedade de alguém. E a mulher que tivesse o milagre de ser fértil numa época em que a natalidade é quase nula era raptada para passar a servir as famílias mais elitistas e estéreis. O que era suposto ser uma felicidade, passa a ser o oposto. Este é só o início de uma longa história que se vai prolongar para uma segunda temporada!

Esta série foi ainda vencedora de oito Emmy’s, sendo um deles o de Melhor Série de Drama e Melhor Atriz Principal numa série de Drama.

4- Black Mirror, temporada 4

Black Mirror é centrada em temas obscuros e satíricos sobre a sociedade de hoje em dia, mais especificamente sobre as consequências das tecnologias. Black Mirror voltou recentemente, no final de dezembro, com a quarta temporada composta por seis episódios.

É uma série que deixa qualquer um a pensar porque aborda as tecnologias de uma maneira que sabemos que é muito provavelmente que venha a acontecer mas que nunca paramos para pensar bem quais vão ser as consequências daquilo. Não é por acaso que recebeu o Emmy de Melhor Argumento num Telefilme/Série Limitada e de Melhor Telefilme.

(https://cinemaplanet.pt/10-melhores-series-de-2017)

5- Alias Grace

Da mesma autora de The Handmaid’s Tale, Alias Grace conta-nos a história de Grace Marks, também na primeira pessoa, uma rapariga que foi obrigada a trabalhar muito nova por ordem do pai, acabando em casa de Thomas Kinnear. Mas em 1843, a jovem irlandesa e James McDermott são condenados pelo assassinato do patrão e da sua empregada mas também amante, Nancy Montgomery.

Cabe agora ao médico Simon Jordan, de próposito chamado para o serviço, perceber através de várias perguntas a mente de Grace para descobrir se ela é culpada e inocente, sem deixar que o facto de se estar a apaixonar por ela estrague o processo.

Uma série tensa e digna de entrar nesta lista como uma recomendação!

6- Game of Thrones, temporada 7

Todos vibram com Game of Thrones, mesmo que falte um ano para sair uma nova temporada. Tem sido assim desde que a série estreou. A sua história controversa, o número incontável de personagens e as suas ligações chocaram uns mas agradaram outros.

A sétima temporada que trazia consigo o slogan Winter is here já fazia adivinhar o batimento cardíaco dos fãs durante os episódios. Tivemos direito a mais tempo de antena para os dragões, mais revelações inusitadas mas também o habitual: mortes de personagens preferidas assim como o envolvimento de outras que já desejávamos ou que nos surpreenderam completamente.

A temporada 8 ainda não tem data de estreia mas prevê-se que seja das últimas da série inspirada nos livros de George R.R. Martin. Os fãs só pedem para se despacharem com isso, já temos saudades de sofrer com o que estamos a ver.

(https://cinemaplanet.pt/10-melhores-series-de-2017)

7- The Crown, temporada 2

Se eu já tinha devorado a primeira temporada, esta segunda foi num ápice. Agora que já se conhece um pouco da história da rainha de Inglaterra, vamos descobrindo sempre mais coisas que nos fascinam e que nos põem a par também do que foi o reinado dela até agora.

Esta nova temporada mostra muito mais as lutas interiores da Rainha que, sem poder extrapolar o que sentia, fez com que Claire Foy tivesse o desafio de apenas com a expressão da cara transmitir-nos isto. O casamento com Phillip está a passar por uma fase má com a viagem longa que ele teve de fazer para abrir os Jogos Olímpicos e com a possibilidade de ele estar a trair Elizabeth; a sua irmã Margaret decide ultrapassar o seu ex amor para casar com um fotógrafo; o nascimento do seu terceiro filho; o facto de o seu tio se ter aliado a Hitler; entre outros eventos que marcam mais uma temporada viciante.

8- Big Little Lies

A minissérie vencedora de oito Emmys leva-nos até Monterey onde vive um grupo de pessoas que fazem do seu dia a dia as zangas e cusquices. Principalmente quando há alguém que morre e todos viram suspeitos. Ou pelo menos quase todos.

Inspirada no livro de Liane Moriarty, Shailene Woodley, Laura Dern, Zoe Kravitz, Reese Witherspoon e Nicole Kidman protagonizam a série com apenas uma temporada, realizada por Jean-Marc Vallée. Já foi confirmado recentemente que vai haver uma segunda temporada.

(https://cinemaplanet.pt/10-melhores-series-de-2017)

9- This is Us

Esta escolha foi mais vossa do que minha. Sim, This is Us na primeira temporada conquistou-nos a todos e fez-nos gastar mais lenços do que prevíamos. Mas, c’mon, vamos mesmo admitir que esta segunda temporada esteve alguma coisa de especial?

Pronto, esta temporada esteve muito mais focada nos Big Three e na morte de Jack mas perderam muito durante o caminho que nos cativasse. Para mim, o melhor episódio foi o Memphis, na primeira temporada, e acho que vai ser muito complicado ultrapassar isso, por muitas tragédias que aconteçam naquela família.

10- Master of None , temporada 2

Continuo a dizer que foi das melhores comédias que vi este ano. O Aziz Ansari é espetacular no que toca a interpretar a sua personagem. Master of None retrata a vida pessoal e profissional de Dev Shah, um actor de 30 anos a tentar fazer-se à vida em Nova Iorque. Isto envolve tudo, namoradas, encontros às cegas, chatices no trabalho, não saber para onde se virar, a relação com os pais pelo facto de ser indiano (a cultura, religião, preconceitos, etc.), os amigos.

Rimo-nos porque as situações são-nos familiares, só que nós não nos apercebemos logo. A segunda temporada passa-se em Itália, onde Dev conhece Francesca por quem se apaixona mas… ela está noiva e, como tal, ele fica na friendzone.

Um must-see!

netflix tv show master of none aziz ansari

11- Rick and Morty, temporada 3

A série de animação de comédia e ficção científica inspirada no filme de 1985, Back to The Future, Rick and Morty mostra-nos Rick, um cientista brilhante e as aventuras perigosas que leva o seu neto Morty, que não é tão inteligente, no seu dia a dia quando não está a fazer experiências malucas.

Ao início fiquei reticente com esta série porque não me tinha chamado a atenção. Mas quando se começa a ver, consegue-se perceber no humor e sarcasmo inteligente que está por detrás do argumento e vamos vendo mais um e mais um… até devorarmos tudo.

“I’m Mr Meeseks, look at me!” – isto não me sai literalmente da cabeça e já foi na primeira temporada. Agora pensem.

12- The Punisher

Quando o conhecemos em Daredevil, não gostamos logo dele. Frank Castle (Jon Bernthal), é um homem que usa o seu nome de vigilante, The Punisher, para fazer justiça pela sua família morta que ele acredita que foi morta num tiroteio entre gangues que correu mal.

Nesta série a solo, ele tenta seguir em frente mas acaba por descobrir o seu passado militar e as decisões que tomou tiveram influência no pior momento da sua vida. E por isso, Castle volta ao ataque numa performance fantástica e uma história que nos deixa a querer mais uma temporada brevemente.

13- 13 Reasons Why

Inspirada no livro Thirteen Reasons Why de Jay Asher (2007) e realizada por Selena Gomez, a série conta-nos a história de uma rapariga, Hannah Baker (Katherine Langford), aluna no liceu Liberty High School, que comete suicído e deixa 13 cassetes, gravadas por ela, com os motivos pelos quais fez isso. A série inicia-se com Clay Jensen (Dylan Minnette) a receber a caixa com cassetes e a perceber que muita coisa em relação a Hannah lhe passou ao lado. Mas o que ele ainda não sabia era que havia muita história para trás, nomeadamente, que havia em cada cassete um responsável pelo sucedido e as atitudes que essa pessoa teve que afectou a vida de Hannah.

Esta série gerou muita polémica por causa das temáticas que aborda, desde o suícidio, a passar pela violência sexual e o bullying nas escolas. A mim chocou-me não pela série em si mas por pensar que isto acontece mais vezes do que nós pensamos e reparamos.

 

 

The Golden Take

The author The Golden Take

Leave a Response

%d bloggers like this: