close
Filmes

O que sabemos até agora sobre o Episode IX: The Rise of Skywalker | STAR WARS

Em pleno “May the 4th be with you”, dia escolhido para Star Wars Day com base na frase imortalizada por Obi-Wan Kenobi no episódio IV que celebra o franchising, e antes do dia 5 reconhecido como “Revenge of the Fifth” que celebra os vilões Sith, trazemo-vos um resumo do que podemos esperar de Episode IX: The Rise of Skywalker que terminará a saga estreada por George Lucas em 1977.

Antes de mais, feliz Star Wars Day! 

Durante a Star Wars Celebration, certame que é uma espécie de Comic-con dedicado apenas ao universo Star Wars e esgotado há vários meses, foi divulgado o primeiro trailer bem como as primeiras informações oficiais sobre o derradeiro episódio da saga da família Skywalker.

Ao contrário de The Last Jedi, que começou logo após os acontecimentos de The Force Awakens, The Rise of Skywalker irá começar algum tempo depois dos acontecimentos do episódio VIII. Em Agosto irão ser lançados os posters com o titulo em várias línguas e aí poderemos perceber se no título Skywalker é singular ou plural da mesma maneira que descobrimos que The Last Jedi era plural após a divulgação do titulo em alemão.

O título THE RISE OF SKYWALKER foi uma escolha pessoal de JJ Abrams. Em entrevista após a divulgação do trailer o realizador disse:

“Senti que era o titulo indicado para o filme. É provocador e cria enormes questões, mas quando as pessoas virem o filme irão entender o significado. Além disso em termos de títulos este filme tem uma responsabilidade acrescida, não é apenas o final da trilogia… mas sim o final de nove filmes e tinha de incorporar as histórias anteriores. Apesar de serem os pecados do pai, a sabedoria foi adquirida por esta nova geração… mas será que estão à altura da responsabilidade? E o mesmo se passa connosco, será que somos capazes, será que estamos à altura dos anteriores e originais? Ou pelo menos se este será digno deles?”

JJ Abrams não foi o realizador original escolhido para este episódio. Essa escolha recaiu originalmente em Colin Trevorrow (Jurassic World) que começou a escrever o guião do episódio IX com Derek Connolly com quem tinha uma vasta parceria.

Contudo as primeiras versões do guião decepcionaram Kathleen Kennedy, fazendo com que esta contratasse Jack Thorne para ajustar o guião. Mesmo com os préstimos de Thorne o resultado não agradou nem a Kennedy nem a Trevorrow, este último  ainda tentou corrigir o guião mas nesta altura Kennedy já tinha decidido dar a responsabilidade a outro realizador.

Kennedy reduziu as escolhas a pessoas da sua confiança: ou seria Rian Johnson (Episode VIII) ou JJ Abrams. Após a Disney confirmar que Johnson tinha luz verde para escrever uma trilogia nova de Star Wars a escolha recaiu sobre JJ Abrams e os rumores indicam que no guião final não estará nada do que foi escrito por Trevorrow.

Antes do guião final ser entregue, JJ Abrams fez questão de apresentá-lo a George Lucas para ver se este concordava com tudo. Uma das grandes curiosidades sobre o filme é a participação de Leia Organa (interpretada por Carrie Fisher que faleceu em Dezembro de 2017) visto que, segundo JJ Abrams, a antiga princesa e agora general vai ter um papel fundamental neste episódio.

Fisher morreu meses antes do início das filmagens do último filme da saga e após o polémico uso de CGI da princesa em The Rogue One, Abrams decidiu usar apenas cenas gravadas que não foram utilizadas da personagem de episódios anteriores.

Para que o processo corresse bem e sem falhas de guião, este foi todo escrito em redor das tais cenas previamente gravadas. O abraço de Leia a Rey no trailer é originalmente retirada de uma das cenas finais de The Force Awakens.

O último episódio da saga terá personagens novas e regressos de velhos conhecidos. Nas novidades, os destaques vão para a actriz Naomi Ackie (que vai interpretar a personagem Jannah e que, segundo os rumores, será a filha de Lando); temos um novo droid amigo de BB-8, o D-0; temos o regresso mais do que esperado de Lando (visto que a resistência precisa de todo o apoio e ajuda possível) interpretado por Billy Dee Williams; e o inesperado imperador Palpatine.

O grande destaque do trailer acaba por ser, não uma imagem ou cena mas sim um simples riso… e que riso! Este indica-nos que o imperador Palpatine está de volta e com ele foram criadas as mais variadas teorias. Contudo a sua aparição/regresso já estava há muito a ser planeado – segundo Kennedy, desde de The Force Awakens.

Em artes e esboços de The Force Awakens, o mapa que R2-D2 mostrou no final do filme com o qual BB-8 teve acesso à localização de Luke era suposto estar noutro sitio. Os tais esboços mostram Rey a ter que ir a um planeta onde estão os destroços submersos da segunda Death Star e remover o mapa da câmara do imperador. Ao sair com o mapa esta começa a ouvir vozes de um espírito maquiavélico. Rumores apontam que o imperador será um fantasma como Yoda e Obi-Wan que se irá apoderar da mente de Kylo Ren.

Ian McDiarmid (Imperador Palpatine) confirmou que o riso final não foi gravado no episódio IX mas que foi removido dos filmes antigos.

Depois de The Last Jedi ter dividido opiniões, a Disney joga os trunfos todos neste episódio para um final que promete ser épico, com um realizador com provas mais que dadas e da confiança de Kennedy e que traz de volta personagens míticas para completar o circulo.

Este filme marcará também uma pausa em filmes da franquia, visto que após o flop de Solo: A Star Wars Story, a Disney cancelou todos os spin-offs, focando-se assim na série The Mandalorian que estará disponível no lançamento do serviço Disney+. O filme tem data de estreia oficial para dia 20 de Dezembro de 2019, contudo em Portugal, como tem acontecido com os anteriores episódios, deverá estrear na quarta-feira dia 18.

May the force be with you, Always!

Tags : billy dee williamscarrie fisherepisode IXjj abramsleia organastar warsstar wars daythe rise of skywalker
Ivo Gonçalves

The author Ivo Gonçalves

%d bloggers like this: