close

A série espanhola, La Casa de Papel, já está a dar que falar. Enquanto uns se questionam sobre se é boa ou não, outros estão entretidos a ver todos os episódios seguidos porque não dá para não o fazer.

Money Heist, como é a tradução para inglês, traz-nos o maior assalto do século encabeçado por um homem misterioso que se intitula de Professor. Para o ajudar, recruta oito criminosos que durante cinco meses se preparam para o grandioso golpe que vai pôr todo o Mundo a falar neles.

O objetivo? Entrar na Casa da Moeda de Madrid para imprimir 2,4 mil milhões de euros em 11 dias, lidando com reféns e levando a polícia para becos sem saída de modo a ganhar tempo. Os oito criminosos recebem nomes de cidades porque o Professor insiste em que não se conheçam pelos nomes reais, nem que haja relações entre eles.

Os recrutados são Tóquio (Úrsula Corberó), a narradora de todo o assalto; Nairobi (Alba Flores), a falsificadora de notas desde os 13 anos e agora o controlo de qualidade nesta missão; Oslo e Helsínquia (Roberto García Ruiz e Darko Peric), os gémeos soldados; Berlim (Pedro Alonso), o chefe do assalto; Moscovo (Paco Tous), o homem da lança térmica e de qualquer instrumento industrial; Denver (Jaime Lorente), o rei das lutas de discoteca; e Río (Miguel Herrán), programador desde os seis anos que sabe tudo sobre eletrónica e alarmes. Todos têm algo que contribui para a missão. Já o Professor (Álvaro Morte), o mestre por trás do plano, é um fantasma sem antecedentes criminais porém, com a inteligência e meticulosidade a seu favor.

Ao mesmo tempo que vemos o assalto a ser feito, vamos tendo flashbacks de modo a perceber a preparação deles durante o tempo em que ficaram só a estudar o plano e para conhecer um pouco mais sobre o passado das próprias personagens para que nada fique por explicar.

O interessante é que à medida que os dias passam, conseguimos sentir uma certa simpatia e ligação com os ladrões com as máscaras de Dali e estamos a torcer para que eles saiam com o dinheiro e que se consigam safar. Weird, right? 

Isto porque cada um deles tem o seu espaço para agir e vamos vendo a relação que têm com os reféns, os desentendimentos que têm entre eles mas sempre com o mesmo foco: seguir o plano à risca para que nada corra mal. Até mesmo quando achamos que algo falhou e que eles vão ser capturados… provavelmente faz parte do plano perfeito e como tal, ficamos sempre a sofrer para ver se é daquela que tudo se desmorona ou se ainda há esperanças.

Até os reféns têm um papel no meio disto tudo porque vão ajudando em todo o processo da fabricação do dinheiro – como o Sr. Torres – para servir de moeda de troca – Allison Parker – ou simplesmente porque acham que são espertos e podem sair dali e são usados para incutir o medo nos restantes – como é o caso do Arturo Roman, diretor da fábrica.

E claro, não nos podemos esquecer da polícia que tem como lider da operação a inspetora Raquel Murillo (Itziar Ituño) que, apesar de ser levada inúmeras vezes para becos saídas, nunca desiste de prender o Professor, enquanto lida com os seus problemas familiares e tem uma nova relação na sua vida que a desvia várias vezes da sua missão.

A banda sonora é importante nesta série porque transmite várias emoções. O genérico – My Life is Going On – é calmo mas de certa forma prepara-nos para o que vem a seguir. Há até um episódio que abre com um fado português – Fado Boémio e Vadio – cantado por Piedade Fernandes para representar uma mudança, o desespero e a tensão que se faz sentir lá dentro. E claro, temos a Bella Ciao que é aquela música caraterística da série que basta ouvir uma vez e já não sai mais da cabeça. Aqui, funciona como o hino dos assaltantes mas a música representou um símbolo da resistência italiana contra o fascismo.

E se ainda não conheciam todos os palavrões em espanhol (ou se não sabiam falar de todo) aqui têm uma boa oportunidade de aprenderem! É quase impossível não mandar uma palavra ou outra nesta língua depois de assistir à série.

São várias razões que tornam esta série em algo viciante e se ainda não começaste a ver e estás intrigado, o primeiro episódio vai-te deixar logo agarrado! É só clicar no play.

Review overview

Avaliação 8.8

Summary

8.8 Rating

Tags : binge-watchcasa da moedaespanhala casa de papelnetflixreviewtv shows
The Golden Take

The author The Golden Take

Leave a Response

%d bloggers like this: