close
Séries

T.8, Ep. 1 |”Winterfell”: O regresso tão aguardado de Game of Thrones

ESTE ARTIGO CONTÉM SPOILERS!!

Finalmente ela está aqui. Esperámos mais de 500 dias mas já estreou o primeiro episódio da oitava e última temporada de Game of Thrones, intitulado de “Winterfell”

É certo que estávamos à espera de algumas mudanças nesta temporada mas tal foi o espanto quando a primeira grande mudança que vemos é no genérico! Uma abertura completamente diferente, mas sempre ao som da música icónica de GoT, continua com a lógica do mapa mas tem algumas coisas novas.

Claro que passamos pela Muralha, agora destruída por Viserion, vemos o caminho a congelar, sinal de que os White Walkers marcham para Sul. Passamos por Winterfell e pelas criptas de lá e chegamos mesmo a ir até Kings Landing, à sala do trono, onde o Trono de Ferro se compõe aos nossos olhos.

Também os murais no astrolábio estão diferentes com três eventos da série destacados: o primeiro que vemos é Viserion a destruir então a Muralha, o segundo é a representação da decapitação de Ned Stark e o terceiro remete para a batalha de Daenerys contra os Lannister.

Avançando para o episódio: 

Jon Snow e Daenerys Targaryen chegam a Winterfell e não vêm sozinhos. Com eles vêm todo um exército de dothraki, de Unsullied e ainda dois dragões adultos: Rhaegal e Drogon. Para juntar ao mar de gente, vêm ainda Gendry, Sandor Clegane (The Hound) e claro, Tyrion e Varys que já estavam com Dany.

As pessoas de Winterfell ficam perplexas por ver tanta gente a chegar e sinceramente, nós também, porque não sabemos bem onde é que vai caber tanta gente… e como Sansa diz e bem, o que é que aquela gente toda vai comer.

Há também um momento muito curioso quando Sansa conhece Dany, reparamos logo que ela não gosta muito da rainha Targaryen mas mesmo assim lhe diz “Winterfell é vosso”. E claro, depois temos Bran a relatar os acontecimentos mais recentes, o que deixa Dany um pouco confusa de como é que ele sabe aquilo tudo. We know how…

Depois de todo um conflito por Jon ter deixado Winterfell depois de ter sido proclamado Rei do Norte, finalmente acontece o reencontro entre ele e Arya! A nossa reacção? SIIIIIIIIIIIIIIIIIM, FINALMENTE! Ainda por cima, é igual a quando eles se despedem um do outro!

Eles não se viam desde que Jon decidiu juntar-se à Patrulha da Noite e quando ofereceu a Arya a espada que ela ainda têm até aos dias de hoje e que lhe mostra, a Agulha (Needle). E claro que ele mostra a sua espada de aço valiriano!

É um reencontro que é esperado há mesmo muito tempo mas não vai ser o único que queremos festejar neste episódio!

Regressamos a Kings Landing onde vemos que Euron já voltou com um exército para Cersei.

E aqui temos um dos momentos mais random mas mais funny do episódio (que já deu origem a inúmeros memes) que é nada mais nada menos do que o momento em que Cersei pergunta pelos elefantes.

WHAT?

Os White Walker têm gigantes.

A Dany tem dragões.

E ela queria elefantes? ….

Estão a imaginar a cara do Euron não estão? Mas pronto, depois ele lá a compensa, envolvendo-se com ela… Nadaaaaa previsível (estamos a gozar como é óbvio)

Entretanto vemos que Theon ganha coragem e vai salvar a sua irmã Yara das mãos do Tio, mas que depois opta por ir para Winterfell em vez de regressar a casa. Talvez para se redimir dos seus actos na segunda temporada? Esperemos que sim, PORQUE JÁ NÃO ERA SEM TEMPO!

Lê também: “Algumas das teorias da 8ª e última temporada de Game of Thrones”

Já vamos quase a meio do episódio quando acontece outra das coisas que já queríamos há muito tempo: Jon Snow a montar o dragão. Neste caso, Rhaegal. Ora, este dragão tem este nome em homenagem ao irmão de Dany, Rhaegar, que vimos a saber na temporada 7 que é pai de Jon Snow.

Logo faz todo o sentido que seja este o dragão que ele monta pela primeira vez.

E DIGAM LÁ QUE ELES NÃO FICAM AMOROSOS A PASSEAR JUNTOS NOS DRAGÕES? Para além de que toda a cena em que os dragões estão a voar é sempre um deleite para a vista. Seja pela paisagem ou pela criação extraordinária dos dragões em si!

Só não percebemos como é que Dany não acha estranho os dragões dela estarem tão calmos e serem tão receptivos, tanto a Jon como a Tyrion mas avançando.

Quando acabam de montar, lá trocam uns beijinhos e há outro momento super cómico em que basicamente Drogon “rosna” a Jon Snow. É engraçado porquê? Perguntam vocês. Porque Drogon recebeu o nome em homenagem a Khal Drogo, o falecido marido de Khaleesi, o seu sol e estrelas. O que nos leva a pensar que pode ser Khal Drogo com ciúmes… :p Vá, deixamos estas teorias para depois. Pode ter sido só Drogon a pressentir que aquilo não estava bem, como vamos perceber mais para a frente.

Mais uma cena, mais um… dois reencontros! Arya reencontra Gendry, que está encarregue de fazer armas com vidro de dragão para derrotar os White Walkers e nota-se que ali uma química entre eles (já quando ele chega e ela o vê, dá um arrepio) e claro, o reencontro de Arya com The Hound.

De relembrar que a última vez que eles se viram, Sandor quase morreu e como tal nota-se um pequeno atrito entre os dois. Mas nada que eles não resolvam.

Sam está no que parece uma biblioteca quando conhece Daenerys Targaryen. Claro que ele sabe quem ela é, nem que seja porque lê imenso, mas ela não sabe quem ele é. mas quando sabe, acho que desejou não querer saber.

Basicamente, e num momento super triste, ela diz-lhe que o irmão e pai dele não se quiseram ajoelhar perante ela e como tal sofreram as consequências.

Claro que ela contou isto da melhor maneira que sabia sem querer magoar muito Sam ou sem fazer com que ele a odiasse mas não deixamos de sentir pena por ele, embora saibamos que a família não queria saber dele.

Cai oficialmente uma lágrima quando Sam se reencontra com Jon Snow nas criptas de Winterfell, onde o bastardo estava a visitar o seu pai (ainda o Ned…) e o seu amigo lhe conta o que acabou de saber.

Mas como Sam já tinha decidido com Bran Stark e já tinham falado os dois sobre quem é Jon Snow verdadeiramente, chegou a altura de lhe contar que ele é SÓ O HERDEIRO DO TRONO DE FERRO.

Claro que já estávamos à espera que isto acontecesse, eles não iam guardar um segredo destes por muito mais tempo, mas tal é o espanto de Jon quando se apercebe que Ned lhe mentiu aquele tempo todo e que é filho…

Do irmão…

Da rapariga com quem ele está…

Que faz dela…

A sua tia!!!

Nós já tínhamos chegado a esta conclusão mas não deixa de ser um choque para Jon não é… Mas ficamos super curiosos para saber o que vai acontecer depois disto, especialmente porque já não o vemos mais neste episódio.

Vamos para a Last Hearth, onde vemos que Tormund, Berric Dondarrion e alguns dos sobreviventes da Patrulha da Noite também se encontram enquanto tentam perceber se de um lado e de outro são White Walkers a vir.

“EU SEMPRE TIVE OLHOS AZUIS!!!” – Rimo-nos muito quando Tormund diz isto.

Mas depois vemos que o Night King deixou uma mensagem com o pequeno lorde Umber, que tinhamos visto no início do episódio de boa saúde, com uma espiral feita de braços atrás dele. Este símbolo já nos assusta e arrepia desde que o vimos na primeira temporada.

Claro que Umber virou white walker e berric tem de lhe pegar fogo com a sua espada. Temos uma cena visualmente bonita mas também assustadora porque agora sabemos verdadeiramente que a ameaça está on the move.

Para finalizar o episódio, já sabiamos que Bran estava ali parado no meio de Winterfell à espera do que ele chama “um velho amigo dele” ou seja, estava a prever a chegada de alguém, que não é novidade para ninguém.

Mas tal é o espanto quando realmente chega alguém , de cabeça tapada e é JAIME LANNISTER!

AHHHHHH JAIME ESTÁ EM WINTERFELL!! VAI VOLTAR A VER O IRMÃO TYRION! A VER BRIENNE OF TARTH! A VER JON SNOW! A VER DAENERYS COM QUEM LUTOU NA 7ª TEMPORADA! A VER IMENSAS PESSOAS A QUEM FEZ MAL ANTERIORMENTE. AHHHHHHHHHHHHHHHH

Mas o momento mais priceless do episódio é mesmo quando Jaime olha para Bran em choque, visto que a última vez que se viram aconteceu a infeliz situação de Jaime atirá-lo da Torre abaixo.

Não foi um episódio com situações memoráveis, é sem dúvida um episódio de transição e muito introdutório para o que vai acontecer nesta temporada, e por isso mesmo, era necessário existir!

 

Tags : episódiosgame of thronesGuerra dos TronosHBOseason 8syfytemporada 8winterfell
The Golden Take

The author The Golden Take

%d bloggers like this: